Sétima Sinfonia de Beethoven (1812)

      Sem comentários em Sétima Sinfonia de Beethoven (1812)
Partilha com quem gostas:

A música, a 1ª primeira das 7 artes, está repleta de momentos marcantes ao longo da história, e há nomes dos quais não nos conseguimos esquecer por mais distraídos que possamos ser. Um desses nome é Ludwig van Beethoven. Sendo quase impossível eleger o melhor compositor de sempre, Beethoven estará sem dúvida nenhuma na selecção dos melhores, assim como a sua Sétima Sinfonia estará entre as mais belas peças de música clássica alguma vez criadas.

Sétima Sinfonia

A Sétima Sinfonia em Lá maior, foi uma iniciada em 1811 enquanto Beethoven permanecia na cidade de Teplice, na República Checa. A sua estadia devia-se ao seu debilitado estado de saúde, e era ali, naquela cidade termal que o mesmo procurava melhoras aos seus problemas auditivos. A obra fica finalmente composta em 1812 e é apresentada ao público em Viena a 8 de Dezembro de 1813, inteiramente dedicada ao Conde Moritz von Fries durante um concerto de beneficência.

A obra é composta sobre a forma de 4 andamentos:

  1. Poco sostenuto – Vivace
  2. Allegretto
  3. Presto – Assai meno presto
  4. Allegro con brio

Para muitos esta sinfonia foi um marco na história da música clássica, tendo Beethoven cimentado um claro novo rumo à sua forma de compor.

Gostes ou não de música clássica, esta obra com a duração de 36 minutos agarra-nos a ela de uma maneira hipnotizante sem sequer conseguirmos respirar. Confere abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *